"Poesia é a mais alta criação humana. Só tem equivalente na música..."
Eduardo Lourenço



sábado, 6 de fevereiro de 2010

Branco...

Há um momento decisivo no branco de uma página... Há um compasso de espera, que espera pelo compasso da escrita e do pensamento. Há um momento decisivo que não se decide. Porque é a criatividade que dita as regras, a vontade que as escolhe e o pensamento que as conduz. Há um momento decisivo no branco de uma página... Mas a liberdade do branco é essa. Um vazio que ganha no compasso da escrita, a vontade de crescer ao sabor de um pensamento que vive livre. Um vazio que ganha corpo de uma espera que já não espera mais...



1 comentário:

ferxeira disse...

Está lindooooooo!!!!!! Esse talento tem de passar para um livro!!!!